15/10/2017

Programação de computadores e as crianças.



Programar é preciso. Pelo menos é o que andam dizendo dezenas de especialistas ao redor do mundo. São nomes como Bill Gates, Mark Zuckerberg, Steve Jobs e vários outros notáveis que aparecem no vídeo acima, e outros que não puderam aparecer, dizem a mesma coisa: programar os ajudou a enfrentar e resolver outros problemas, que nem sempre estavam ligados a computação, de uma maneira muito mais lúcida e eficiente, usando o raciocínio lógico que aprimoraram quando começaram a programar.
Com isso, já há alguns anos, várias escolas começaram a inserir em seus currículos a disciplina de "Programação de Computadores" ou "Lógica e Programação de Computadores", tentando assim incentivar o aprendizado dessa que será a "linguagem do futuro". Foram criadas ferramentas para que essa aprendizagem se tornasse mais lúdica e intuitiva, de modo que as crianças e jovens não tenham tanta dificuldade com os comandos e termos técnicos da maioria das linguagens de programação utilizadas por programadores profissionais, ainda no início de seu aprendizado. Linguagens como Scratch e Alice, foram desenvolvidas exatamente com esse intuito: tornar o aprendizado dos conceitos de computação e programação mais fáceis de ser compreendidos pelas crianças.
A intenção com isso não é transformar todas as crianças em programadores, como alguns podem pensar, mas dar a elas noções que são muito importantes em todas as áreas, independente do que possam vir a se tornar profissionalmente no futuro.
Pensamento lógico, organização, concentração, foco, trabalho em grupo, é isso que o aprendizado de lógica e programação pode aprimorar nas crianças e jovens, abrindo ainda mais a sua percepção dos detalhes envolvidos na solução de problemas diversos, sejam eles de computação ou não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas para uma boa aula remota

As aulas remotas, "Webminars" e "Lives" passaram a se tornar cada vez mais comuns e, no caso das aulas remotas, muito ne...