15/05/2017

Andando nas nuvens: guardando seus arquivos "nas nuvens".


Utilizando as "nuvens". Fonte: Projetado por Asierromero - Freepik.com
Como professores da Era Tecnológica, sempre temos muito material que normalmente utilizamos em nossas aulas, com nossos alunos, ou aquele material de estudo e consulta, que vamos acumulando ao longo dos anos, e como acumulam! Temos aulas em slides, textos e exercícios diversos, provas, links, vídeos e toda sorte de arquivos que gostaríamos inclusive de compartilhar com os alunos e colegas professores. Como ter esse material sempre a mão? Como permitir que outros possam fazer uso de suas produções, sem correr riscos de perdê-las ou tê-las modificadas sem a sua autorização?

A tão falada "nuvem".

O conceito de "Computação em nuvem", do inglês "Cloud computing", deve-se realmente ao fato de passarmos a armazenar e utilizar serviços que estão disponíveis na própria Internet, ao alcance de qualquer um que esteja interligado a ela usando qualquer dispositivos permitido: computador, smartphone, tablet ou outro. Como o símbolo da Internet sempre foi uma nuvem, formada por uma rede de milhões de computadores interligados, surgiu então termo "Cloud Computing". Seus dados serão armazenados na verdade em um outro computador baseado nessa "nuvem", a Internet, não o seu em sua casa ou trabalho.

Ferramentas para armazenamento e compartilhamento de arquivos.

São várias as ferramentas que você pode utilizar para armazenar seus arquivos digitais nas nuvens, e sem pagar nada por isso. Veremos aqui algumas delas, as principais, e deixaremos que você escolha qual deseja utilizar ou mesmo que utilize todas elas, aumentando assim seu poder de armazenamento, pois mesmo similares, todas possuem características próprias de funcionamento que podem ser importantes na hora da escolha final.

O Google Drive.

O Google Drive. Fonte: Elaboração própria.
Como o nome sugere, trata-se de uma ferramenta da Google, a empresa mais famosa da Internet, dona do buscador mais utilizado no mundo. Quem possui uma conta do Google, geralmente relacionada ao seu e-mail, o Gmail, já possui acesso ao Google Drive e todas as suas facilidades que são, além do armazenamento e compartilhamento de pastas e arquivos, a criação desses arquivos com programas como o Google Documentos, Google Planilhas e Google Apresentações, tudo isso funcionando online. Uma pasta ou arquivo armazenado do Google Drive pode ser compartilhada com usuários através de e-mail ou link distribuído entre eles, podendo estes apenas visualizar um documento ou pasta, ou ainda editá-los em conjunto, compartilhando a edição. É possível conversar com outros usuários enquanto se faz a edição compartilhada ou deixar comentários nos documentos, recursos bastante úteis para o trabalho em grupo.

O Dropbox.

Página inicial do Dropbox. Fonte:Elaboração própria.
Bastante simples e eficiente em suas configurações, o Dropbox faz bastante sucesso entre seus
usuários. Uma das características desse programa é a sua integração com vários aplicativos já existentes como o MS Office, o que garante uma perfeita sincronização dos arquivos editados com os programas desse pacote. Apesar de iniciar com um espaço relativamente pequeno para armazenagem, apenas 2 GB, esse espaço pode ser ampliado através de recursos como instalação em seu dispositivo móvel e indicação de amigos. É possível compartilhar arquivos e pastas entre diferentes usuários e também visualizar alguns desses arquivos diretamente no Dropbox. Outra característica do Dropbox é que, mesmo sem ter uma conta no aplicativo, os usuários podem lhe enviar arquivos, o que pode ser bastante útil em se tratando de receber trabalhos digitais.

O OneDrive.

OneDrive da Microsoft. Fonte: Elaboração própria.
Ferramenta da Microsoft para armazenamento em nuvem, vem integrada as contas do tipo msn e hotmail, e pré configurada no Windows 10, facilitando sua utilização para os usuários desse sistema. O OneDrive tem total integração com os aplicativos da Microsoft, principalmente com os do pacote Office, permitindo que o usuário possa carregar e editar seus arquivos diretamente nas aplicações do pacote. Em sua versão atual, você poderá carregar automaticamente fotos dos seus dispositivos externos, como câmeras e pendrives, para uma pasta especial no OneDrive, garantindo o backup de suas imagens. O compartilhamento de pastas e arquivos com outros usuários é também muito simples, podendo ser realizado através de convite por e-mail ou distribuição de links.

Qual escolher?

Foram citados apenas três dos principais sistemas de armazenamento em nuvem, os mais conhecidos provavelmente, e qual deles é o melhor para você? Essa decisão vai depender de alguns fatores como: quantidade de espaço necessária, possibilidade de expansão e tipo de plataforma que será utilizada por você. Avaliamos aqui, apenas as versões gratuitas, por estarem ao alcance de todos os usuários, mas é bom lembrar que todos eles possuem planos para versões pagas, e na maioria bastante acessíveis e cabem facilmente no seu bolso, caso precise de mais espaço.
Se você quer mais opções, tente outros como o iCloud, para usuários Apple; ou o Mega, com seus 50 GB de espaço; ou o Box, todos são serviços que irão lhe garantir espaço suficiente para seus arquivos e a possibilidade de compartilha-los entre seus usuários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dicas para uma boa aula remota

As aulas remotas, "Webminars" e "Lives" passaram a se tornar cada vez mais comuns e, no caso das aulas remotas, muito ne...